Seguros: Aprenda a cuidar dos seus bens em 5 passos

O acúmulo de bens patrimoniais certamente é uma das medidas financeiras que mais trazem sensação de segurança para as famílias. Adquirir propriedades, automóveis, investimentos e outros ativos ao longo da vida é sinal de prosperidade, e é natural querer manter esse patrimônio protegido, até mesmo para ser usufruído pela família.

Por isso, separamos 5 passos fundamentais para você cuidar dos seus bens e garantir que não existam falhas na conservação e evolução dessas posses. Confira!

1. Faça um planejamento financeiro adequado

Para adquirir bens de valor e fazer bons investimentos, é essencial contar com um bom planejamento financeiro. Isso inclui medidas, como:

  • estabelecer seus objetivos (comprar um apartamento, construir uma casa, aportar dinheiro em um fundo de investimento etc.);
  • definir metas mensais para alcançar esses objetivos;
  • monitorar as receitas e despesas para controlar melhor a situação financeira;
  • reduzir custos desnecessários;
  • poupar sempre que possível para chegar mais rapidamente ao objetivo.

2. Esteja preparado para situações de emergência

Infelizmente, imprevistos acontecem. Então, para evitar que parte importante do seu patrimônio fique sob ameaça em uma situação de crise, o melhor a fazer é prevenir.

Para que um momento complicado não fique ainda mais desagradável, o ideal é ter um fundo de emergência. Para isso, a recomendação é usar aplicações conservadoras (Tesouro Selic, por exemplo) como reserva de recursos necessários para cobrir seus gastos e os da família por cerca de 6 meses.

3. Tenha um patrimônio diversificado

No mercado financeiro, há uma máxima que diz que nunca se deve colocar todos os ovos no mesmo cesto — e ela também vale quando o assunto é construção de patrimônio. Isso porque ter bens de diferentes características ajuda a evitar uma desvalorização generalizada de todas as suas posses com as transformações da economia.

Logo, procure opções além dos tradicionais imóveis e automóveis e saiba mais sobre ações e outros produtos financeiros.

4. Contrate seguros patrimoniais

Outra medida importante em termos de proteção de bens é a contratação de um seguro patrimonial. Com esse serviço, dependendo do plano e das mensalidades, a seguradora arca com os custos causados por algum incidente ou cobre o valor total ou parcial da unidade (carro, aparelho eletrônico, obra de arte, casa etc.).

5. Pense na sucessão patrimonial

Por fim, tenha em mente que existe uma série de etapas para a sucessão do patrimônio — inclusive com algumas bastante custosas. O processo de inventário, por exemplo, tem despesas elevadas porque requer o trabalho de advogados e ainda tem a incidência de taxas e impostos.

Assim, para resguardar seus herdeiros de maiores problemas no momento desses procedimentos, um seguro de vida é imprescindível. Os favorecidos recebem o valor do resgate em pouco tempo e conseguem lidar com esses gastos com mais tranquilidade.

Portanto, comece já a cuidar dos seus bens patrimoniais da maneira correta. Siga as nossas recomendações e mantenha aquilo que você conquistou com muito mais segurança.

Gostou do nosso artigo? Quer ficar por dentro das novidades que publicamos sobre investimentos, seguros e finanças pessoais? Então, assine a nossa newsletter e receba conteúdos como este no seu e-mail!

Escreva um comentário