Educação financerira: Saiba como educar as crianças financeiramente

Você sabe qual é a importância da educação financeira para crianças? Infelizmente, esse tipo de conhecimento não é tão difundido nas escolas — algumas sequer colocam esse tema em pauta nas salas de aula.

Ocorre que o baixo nível de aprendizado sobre finanças acaba criando cidadãos que não sabem lidar bem com o seu dinheiro. Então, essa responsabilidade acaba sendo atribuída aos pais e familiares.

No artigo de hoje, mostraremos a importância da educação financeira para crianças e como você pode implantar esses conhecimentos nelas. Acompanhe!

Qual a importância da educação financeira para crianças?

Em muitas famílias, o tema finanças chega a ser um assunto proibido. Muitos pais preferem deixar esse termo de lado, esperando que o filho possa aprender o assunto sozinho ou que a escola forneça o que ele precisa para cuidar bem do seu dinheiro.

Ocorre que isso é um erro que pode prejudicar em muito o desenvolvimento dos pequenos. A inteligência financeira deve ser desenvolvida desde o início da vida. Isso deve ocorrer não com um intuito de, desde já, implantar na mente das crianças que elas precisam ser grandes investidoras no futuro, até porque cada uma terá interesse ou afinidade com áreas distintas do mercado de trabalho. O que precisa ficar implementado na mente delas é que o dinheiro deve ser guardado para que possa crescer e retornar em benefícios no futuro.

É interessante estimular nelas o hábito de poupar dinheiro para que, ao chegarem ao momento de ingressar na faculdade, já tenham certa liberdade para arcar com os custos do curso e demais despesas individuais.

Assim, a criança crescerá com uma consciência muito grande sobre a acumulação de riquezas e aplicará isso ao longo da sua vida, constituindo um patrimônio sólido que a permita viver uma rotina tranquila no futuro.

O ideal é que todos esses ensinamentos sejam inseridos na mente das crianças o mais breve possível. Dessa forma, elas crescerão com essa consciência e, quando forem adultas, terão uma inteligência financeira mais desenvolvida.

Como educar financeiramente as crianças?

Agora que você entendeu a importância da educação financeira para crianças a fim de que alcancem a independência no futuro, vamos mostrar como você pode fazer isso dentro da sua própria casa, utilizando métodos simples para os pequenos entenderem. Continue lendo!

Ofereça mesada apenas como uma recompensa

A mesada, geralmente, é um grande causador de problemas financeiros futuros. Isso porque ela, usualmente, não está atrelada a uma espécie de recompensa. Ou seja, a criança recebe o dinheiro a troco de nada.

Isso vai criando na mente dela um sentimento de que não é necessário trabalhar ou esforçar-se para ter direito a receber algum dinheiro. Sendo assim, estabeleça tarefas e obrigações simples para que a criança cumpra, se quiser receber sua mesada.

Mostre os preços dos itens adquiridos

Mostrar, aos pequenos, os preços de alimentos, produtos e serviços adquiridos é uma excelente estratégia para que eles saibam quanto custa ter determinados bens necessários ou que garantem o conforto da família.

Essa estratégia funciona ainda melhor para os pais que dão mesada para os seus filhos. Isso porque eles percebem que os gastos existentes são consideravelmente maiores se comparados ao que recebem. Isso faz com que as crianças deem mais valor ao dinheiro.

Presenteie com jogos financeiros

Por fim, você também pode presentear os seus filhos com jogos financeiros, como o Banco Imobiliário. Além de educarem as crianças, esses jogos são excelentes para reunir toda a família em um momento de distração e aprendizado.

Assim, podemos concluir que é importante investir em educação financeira para crianças. Dessa forma, elas crescerão conscientes da necessidade de poupar e investir parte do dinheiro que ganham.

Gostou do artigo de hoje? Então, siga nossos perfis nas redes sociais para não perder nenhuma novidade do nosso blog. Estamos no Facebook e no LinkedIn!