Segurança financeira: Veja 4 dicas para ter maior segurança financeira.

A segurança financeira é importante para todos os momentos da vida de um indivíduo, esteja ele começando a ganhar suas primeiras remunerações no mercado de trabalho, construindo um patrimônio mais sólido ou próximo de se aposentar.

Ela funciona como uma base ou mecanismo de apoio que impede que situações inesperadas impactem os objetivos financeiros e permite certificar que as despesas não são maiores que as receitas. Por mais simples que isso pareça, é um ponto sensível da administração pessoal para muitos.

Você tem dificuldades em manter sua saúde financeira ou está precisando reforçá-la para conquistar sonhos maiores? Então confira neste post 4 dicas determinantes para seu sucesso.

1. Controle seus gastos de forma inteligente para ter uma segurança financeira

Uma das maneiras mais eficientes para controlar os gastos é estabelecer metas de consumo. Porém, sem um estudo adequado das demandas e necessidades, a frustração de não seguir o plano pode ser grande.

É muito comum ler gurus dos investimentos que estabelecem que é preciso poupar 30% ou 40% do salário, por exemplo. Mas, se as demandas pessoais forem um impedimento para que isso aconteça, a tendência é que muitos desistam antes mesmo de começar.

Para resolver essa questão, considere fazer um mapeamento completo das despesas e só depois estabelecer metas e promover os cortes que são possíveis de serem realizados.

2. Tenha um bom seguro de vida

Fazer uma reserva ideal para situações adversas é um desafio muito grande, pois, nesse caso, é preciso ir bem mais além dos recursos para emergências ou investimentos para a aposentadoria. Como saber, por exemplo, quais serão as despesas médicas após um acidente? E como e por quanto tempo ele impactará no desempenho profissional?

Esses dados não fazem parte de um cálculo simples. Não por acaso, empresas provedoras de seguro de vida usam ciências atuariais para estipularem o valor de suas apólices e prêmios.

Em vez de comprometer uma boa parte da sua renda para algo muito difícil de estimar, prefira uma apólice de seguro de acordo com seu perfil. É possível fazer uma personalização completa das coberturas. Além de ter a segurança da assistência, essa estratégia permite que suas reservas sejam direcionadas para investimentos e metas de vida.

3. Avalie se uma apólice para seguro de acidentes pessoais é necessária

Cada apólice tem um plano de cobertura específico, e como já mencionado, pode ser personalizada de acordo com o estilo de vida do segurado.

Uma das opções de seguro disponíveis no mercado é aquela que cobre acidentes pessoais. Nela, o segurado e seus familiares terão um suporte financeiro no caso de invalidez (total ou parcial) permanentemente.

Considerando os benefícios da aposentadoria do governo para esses casos, é uma proteção muito importante, principalmente se a atividade e rotina do segurado envolver situações de riscos mais frequentes.

4. Comece (ou intensifique) seus investimentos

Se as despesas estão sob controle e sua vida está segurada pelos produtos certos, é hora de buscar o crescimento do patrimônio. Seja por meio de uma consultoria em planejamento pessoal, seja buscando informações no mercado, faça investimentos que garantam recursos para uma emergência, aumento do patrimônio no médio prazo e uma aposentadoria confortável.

A diversificação das aplicações e a ideia de buscar investimentos menos convencionais, como os consórcios, por exemplo, também são estratégias importantes. Em resumo, comece ou torne suas aplicações mais estratégicas e com foco nas metas de vida estabelecidas.

Antes que este seja um questionamento, não existe momento certo para buscar sua segurança financeira, mas é preciso começar o quanto antes. Esse foco garantirá que hábitos ruins que podem atrapalhar a tranquilidade sejam substituídos por outros que proporcionem sucesso nas finanças.

Você já trocou algum hábito financeiro que tenha dado certo? Deixe seu comentário contando sua experiência.